SIAMFESP em Ação

Diretores do SIAMFESP são nomeados para o CONSIC

02/06/2022

Claudio Lorenzetti, Vice Presidente do setor de metais sanitários e Celso Daví Rodrigues, diretor executivo, foram nomeados conselheiros do Conselho Superior da Indústria da Construção (CONSIC), da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP). Os executivos estiveram presentes na reunião do conselho, ocorrida no dia 12 de maio, oportunidade em que foram debatidos os principais desafios do setor para o crescimento do país.

 

construcao civilImpressões:

Na ocasião, o presidente do CONSIC, Rubens Menin Teixeira de Souza deu início com a seguinte afirmação: “A cadeia produtiva está desequilibrada, o preço dos materiais de construção está maior com a inflação e a carga tributária é ruim para o setor. Nossa indústria não tem como ser pequena frente ao tamanho do Brasil. No entanto, temos grandes impeditivos e qualquer ação que possa destravar é significativa”. 

O presidente do Conselho afirma ainda que é o momento das entidades representativas do setor trabalharem em conjunto para apresentar para o poder público as medidas consideradas importantes. “Os desafios existem”, complementa Menin, “e podemos fazer algo de concreto. Hoje, existe no Ministério da Economia uma vontade grande de fazer acontecer”.

Andamento dos trabalhos do grupo de trabalho 

Um conjunto de assuntos relevantes para o setor foi apresentado para direcionar as ações do conselho, com a proposta de analisar quais prioridades serão definidas. 

Rodrigo Navarro, um dos membros do Conselho, lembrou que o Governo Federal lançou o programa Construa Brasil, e recomendou que o Consic utilize trabalhos em andamento para apoiar seus pleitos.  Navarro acrescentou que retomar obras paradas pode ser um componente importante para a geração de renda no cenário econômico atual. 

Luiz França, vice-presidente do Consic, relatou os desafios que o Conselho precisa trabalhar no chamado “Custo Brasil/Avenidas de Crescimento”. Os temas em que a Fiesp pode contribuir são: burocracia em licenciamento e modernização de processos; custo financeiro; reformas estruturantes; produtividade e qualificação profissional; modelo de negócios para concessões e Parceria Público-Privada (PPPs); planejamento de infraestrutura, habitação e saneamento; e atividades para financiamento.

Celso Daví Rodrigues, diretor executivo do SIAMFESP, aproveitou a fala do Rodrigo Navarro e Luiz França, que citaram sobre a substituição tributária do ICMS, para comentar que podemos incluir nos trabalhos do Conselho dois pleitos, sendo o primeiro o pedido de prorrogação dos prazos de recolhimento do tributo, e o segundo é o tratamento diferenciado para os materiais para construção nos moldes que estão fazendo outros Estados, como Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e que encaminhará essa propostas.

Diante dos assuntos propostos Menin aconselhou o grupo a se debruçar sobre alguns itens: “precisamos focar em dois pontos para o crescimento do país: primeiro, vencer a burocracia, trabalhar com PPPs e concessões é fundamental; e segundo, ter uma boa comunicação direta e objetiva é mais eficiente do que juros compostos”.

Veja a lista completa