Normalização

ABNT Reforça Apoio às Empresas Durante a Pandemia

11/06/2020

Presidente da associação contou as ações que estão sendo realizadas

A pandemia que afetou todo o mundo mostrou a solidariedade de pessoas, empresas e instituições. Como não poderia deixar de ser, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), também encontrou maneiras de ajudar as empresas nesse período tão difícil.

MarioWilliam 1 269x360O presidente Mário William Esper, diz que a Associação colocou-se inteiramente à disposição no sentido de contribuir para a mitigação dos efeitos nocivos causados pelo coronavírus. Confira a entrevista:

- Quais ações a ABNT tomou nesse período?

São várias as ações que já realizamos. A primeira delas foi em resposta à Resolução 356/2020 da ANVISA, em que 32 normas técnicas foram disponibilizadas gratuitamente à sociedade, todas relacionadas à fabricação, importação e aquisição de dispositivos médicos identificados como prioritários para uso em serviços de saúde.

Em parceria com o Sebrae, complementamos esse leque de 32 normas e incluímos mais 17, montando assim, um combo de 49 normas técnicas no total destinadas aos Pequenos Negócios, que além de atender às necessidades do momento, também dão suporte ao aprimoramento de negócios tradicionais, como salões de beleza, turismo, serviços de alimentação e implementação de comércio eletrônico.

Além disso, a exemplo de outros países, produzimos um novo documento de caráter normativo, que são as Práticas Recomendadas. Essas Práticas são elaboradas de maneira mais rápida que as normas e possuem a função de serem mais didáticas. A primeira delas, elaborada em tempo recorde de 15 dias foi a de Máscaras de proteção respiratória de uso não profissional (ABNT PR 1002), destinada a orientar a confecção, uso, lavagem, secagem, reutilização e descarte de máscara de proteção respiratória. Foi elaborada em conjunto com técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de São Paulo - Senai/SP.

A segunda, também elaborada em tempo recorde, foi a Prática Recomendada de Ventiladores pulmonares para cuidados críticos: Requisitos e orientações aplicáveis à segurança e desempenho para projeto e fabricação (ABNT PR 1003), que estabelece os requisitos mínimos de segurança e desempenho e a classificação de ventiladores mecânicos, incluindo indicações de uso e limitações, além de abordar as normas internacionais aplicáveis e apresentar alguns requisitos regulatórios da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Também elaboramos uma Coletânea de normas de Fabricação de Máscaras Cirúrgicas Respiratórias. Todos esses documentos podem ser encontrados em nossa loja virtual totalmente gratuitos.

Esta semana publicamos as normas de segurança e resiliência para continuidade dos negócios, que deve ter seu lançamento oficial nas próximas semanas.

Ainda temos como objetivo elaborar e lançar outros documentos sobre Oxímetros, Painéis de controle de pacientes, Desfibriladores, Aparelhos de hemodiálise, Destinação dos resíduos hospitalares, que devem aumentar consideravelmente de volume.

- O que mudou no trabalho de vocês? (reuniões, estudos técnicos e de laboratório)

Considerando as recomendações das autoridades competentes e em comprometimento com os colaboradores e clientes, a ABNT adotou algumas medidas para que suas atividades continuassem normais, como trabalho home office. As reuniões agendadas dos Comitês Brasileiros foram modificadas para acontecerem online, possibilitando assim a participação de todos de qualquer lugar. Essas reuniões já aconteciam, mas não eram feitas totalmente online. Muitas vezes, uma parte do grupo se reunia presencialmente e transmitia a reunião para participantes de outros lugares. Mas agora, adotamos 100% esse sistema e tem funcionado com excelência e muita produtividade.

- Vocês interromperam os trabalhos de elaboração de alguma norma que já estava em andamento ou pronta para começar?

Como mencionado acima, nenhum trabalho foi interrompido. Estamos em plena atividade, trabalhando arduamente na elaboração das normas, pois entendemos a importância delas não só neste momento, como no dia a dia da sociedade.

- De que forma as normas podem contribuir para o setor produtivo retomar o crescimento?

Mário EsperAs normas técnicas são fundamentais para qualquer setor. Elas são instrumento de inovação e competitividade, além contribuírem na abertura de mercados. Infelizmente, é na época de crise que se percebe a necessidade e a importância da utilização das normas técnicas, pois sem elas não existe um padrão mínimo de qualidade e segurança. Na Alemanha, por exemplo, no período da 2ª Guerra Mundial, houve aumento significativo de normas técnicas, o que mostra a necessidade delas.

Conforme anunciei, acabamos de publicar 6 normas que tratam especificamente sobre Sistema de gestão de continuidade de negócios. Como o próprio título diz, são sistemas de gestão que englobam análise de impacto, risco, emergência e outros pontos que ajudam o empresário a manter e reestruturar o seu negócio. Neste momento tão difícil para muitas empresas, nada melhor que poder contar com documentos que orientam como operar e manter processos e estruturas para garantir que a organização sobreviva a momentos de crise.

 

Veja a lista completa