Normalização

Siamfesp Apresenta Pleitos Ao INMETRO

22/10/2020

O SIAMFESP e o INMETRO realizaram uma reunião virtual no último dia 13 de outubro, para tratar de assuntos relacionados aos setores representados pelo Sindicato. Em função de um problema pessoal, o presidente do INMETRO, Marcos Heleno Guerson de Oliveira Junior, não conseguiu participar.

SIAMFESP e INMETRO

Abrindo a reunião o presidente do SIAMFESP, Arcangelo Nigro Neto, deu as boas vindas e passou a condução dos trabalhos para o diretor Executivo, Celso Daví Rodrigues, que fez uma apresentação sobre os setores representados pela Entidade, destacando tratarem-se de mais de 32 mil empresas nos quatro setores.

No geral o SIAMFESP apresentou quatro pleitos:

            Certificação Compulsória de acordo com a Portaria nº 419/2017 apenas para as panelas de pressão (Nível de Risco 3);

            Classificação das demais panelas metálicas em nível de risco leve – 1;

            Para as Esquadrias a continuidade da recomendação da Regulamentação Técnica com base nas Normas Técnicas da ABNT;

            Isonomia nos Programas Setoriais da Qualidade e Reconhecimento pelo Inmetro dos Programas de Certificação Setoriais.

A argumentação do Sindicato é de que o mesmo grau de risco para todas as panelas dificulta a competitividade das pequenas e médias empresas. “Nosso objetivo é facilitar a vida das pequenas empresas sem que elas fiquem fora da normativa”, explica o presidente Arcangelo Nigro.

Segundo Leonardo Rocha, especialista do Inmetro, faz parte do planejamento do INMETRO aperfeiçoar a regulamentação e promover uma reavaliação de como agrupar os produtos. “Temos convergências, é só uma questão de tempo para viabilizar tudo isso.”

Raimisson Costa, também afirmou que existe a percepção de que isso deve ser feito e que o órgão conta com o apoio do setor. “Não é uma questão fácil, pois tem a parte técnica. Fizemos a opção de ser conservadores para cumprir os prazos. Fizemos o escopo pelo produto de maior risco. A Norma define todos os escopos e nunca foi feita uma avaliação para diferenciá-los.

Rocha explica que atualmente existe um grupo formado pela presidência do INMETRO reestruturando tudo que foi apresentado no ano passado em relação ao novo modelo regulatório. Ele solicitou que o SIAMFESP envie as solicitações por e-mail, destacando a questão da classificação de risco.

Encerrando a reunião o presidente Arcangelo Nigro agradeceu o trabalho árduo que vem sendo feito pelo INMETRO. “Estamos no caminho e no mesmo barco. Esperamos que essas adequações aconteçam o mais breve possível, mas enquanto isso vamos explicar aos nossos associados os motivos da demora.”

Veja a lista completa